Como simplificar a importação de medicamentos à base de cannabis medicinal?

Desde que os medicamentos à base de cannabis medicinal passaram a ser permitidos no Brasil, em janeiro de 2015, a ANVISA liberou a importação para 6.530 pessoas. Mas, o processo de liberação e importação ainda é burocrático, demorado e exige acompanhamento, o que desestimula as pessoas que poderiam se beneficiar do tratamento. Já a preocupação de muitos médicos é não conseguir acompanhar o acesso ao medicamento junto aos seus pacientes.

Veja como a importação de medicamentos à base de cannabis medicinal é feita e como facilitá-la.

Como funciona o processo de importação junto à ANVISA?

Depois do médico prescrever o tratamento à base de cannabis medicinal, são cinco etapas:

 

  1. Cadastramento do paciente na ANVISA – é necessário enviar pelo formulário eletrônico no site da ANVISA, o formulário de solicitação, receita médica, laudo médico e declaração de responsabilidade.
  2. Análise do pedido por parte da ANVISA – o prazo médio é de 55 dias.
  3. Autorização para importação por parte da ANVISA – é enviada por e-mail e deve ser mantida sempre junto ao produto.
  4. Importação do produto – é responsabilidade da pessoa e pode ser feita por remessa expressa, licenciamento de importação no Sistema Integrado de Comércio Exterior (Siscomex) ou bagagem acompanhada.
  5. Fiscalização e liberação – acontece no aeroporto de entrada no país. A pessoa deve estar com a receita médica em mãos e, se possível, autorização emitida pela ANVISA.

Como facilitar o processo de importação?

Um dos serviços oferecidos pela plataforma CanTera é fazer o processo de importação dos medicamentos com a ANVISA.

Por meio dela, o médico cadastrado pode registrar o medicamento prescrito, a plataforma preenche automaticamente a documentação para solicitação junto a ANVISA.

Já o paciente, por meio do aplicativo, pode encaminhar seus documentos para a CanTera, que cuidará de todo o processo com a ANVISA. Tanto médico quanto paciente podem acompanhar o andamento da importação digitalmente, com praticidade.

Clique e saiba mais sobre os serviços da plataforma Cantera.

One thought on “Como simplificar a importação de medicamentos à base de cannabis medicinal?

  1. Rosangela Danin Souza

    Estou muito confiante no trabalho da equipe da plataforma Can tera.
    Muito obrigada por facilitar esse trabalho tão burocrático, considerando que nós médicos, principalmente os mais velhos, não temos habilidae e paciência para esse tipo de trabalh.
    Parabéns pela iniciativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *